quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Se eu morresse amanhã

Se eu morresse amanhã, iria ao encontro de meu querido afã! Não há nada mais para ser dito, ou pelo menos não diretamente. Meu pobre coração não aguenta mais, está cansado. Descansem em paz.



Se o Mundo Acabasse Amanhã

Se o mundo acabasse amanhã, o que sobrou?
Eu teria apenas minha doce irmã,
E lembranças embaçadas de mim
Se o mundo acabasse amanhã!

Quanto desespero enorme pressinto
De almas perdidas já logo de manhã!
O arrependimento floresceria
Se o mundo acabasse amanhã!

Que sol! que céu negro! que tempestade
Cresce a natureza dantes tão louçã!
E veriam que o amor bastaria
Se o mundo acabasse amanhã!

Mas essa dor de viver que me aflige,
Toda essa tristeza, esse maldito afã...
Tudo morreria junto comigo
Se o mundo acabasse amanhã!

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Ai, Neto! Hahhaha hoje que vi isso aqui. Parei porque esses trem aqui tão horríveis uahuah fofo

      Excluir

Críticas sempre são construtivas... certo?